ESCOLA SUL > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > OLÍVIO DUTRA RESGATA A EXPERIÊNCIA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO EM FALA NA ESCOLA SUL

Olívio Dutra resgata a experiência do Orçamento Participativo em fala na Escola Sul

22/03/2017

Olívio Dutra, um ícone da esquerda brasileira, trouxe sua sabedoria, experiência e conhecimento para a aula de abertura do Curso de DPPDHAR, realizada no dia 21.3, na Escola Sul.

Escrito por: Vera Gasparetto

     O ativista político e bancário aposentado, Olívio Dutra, trouxe sua sabedoria, experiência e conhecimento para a aula de abertura do Curso de Desenvolvimento, Políticas Públicas, Direitos Humanos e Ação Regional (DPPDHAR), realizado conjuntamente pela Escola Sul e a Secretaria Nacional de Formação (SNF) da CUT. Olívio é ex-governador do Rio Grande do Sul, ex-prefeito de Porto Alegre, ex-Ministro da Cidade, ex-deputado Federal  Constituinte e um dos fundadores da Central Única dos Trabalhadores (CUT). A mesa de abertura foi realizada no dia 21.3 e composta pelo coordenador geral da Escola, Celso Woyciechowskie e pelo coordenador administrativo, Cleverson Oliveira,  que falaram sobre a importância do resgate do processo do OP para repensar a intervenção da CUT e dos movimentos sociais nas políticas públicas num momento de retrocesso nos direitos sociais e trabalhistas com a prática autoritária do governo golpista, que está destruindo os direitos conquistados pela classe trabalhadora no país.

     Olívio é um ícone da esquerda brasileira e veio falar sobre a experiência do Orçamento Participativo (OP) quando esteve à frente da Prefeitura de Porto Alegre, utilizando de poesia, política, conjuntura, experiência de vida e contando a história recente da organização dos movimentos sociais no Brasil. Para ele o OP é uma ferramenta para organizar as cidades com a participação cidadã, pois nasceu das reivindicações do movimento comunitário de Porto Alegre, que lutava por moradia, saneamento, transporte numa cidade que se urbanizava em função da migração da população do campo para a cidade nas décadas de 1870 – 1980.

Olívio foi fundador da CUT e é um ícone da esquerda brasileira

        Para ele, o orçamento é uma peça política que lida com a renda do município e é um espaço de disputa para o modelo de gestão que será feito: inverter as prioridades e governar para o conjunto, ou manter o privilégio das elites e do capitalismo selvagem, com seu empreendedorismo levado ao limite da vida das pessoas. ”O recurso público sendo utilizado para o desenvolvimento descentralizado e parelho do município, construído  num processo que exige tempo e paciência, diálogos, negociações”, diz Olívio.

    Para Olívio o OP é uma ferramenta que quebra com a vaidade do governante e contribui na organização da comunidade pelos seus direitos, cabendo ao Estado  oportunizar essas reuniões e escutar as demandas da sociedade. Essa dinâmica causou muitas polêmicas na sua implementação, pois mexeu nas estruturas de poder e inverteu as prioridades, levando direitos também para as comunidades até então excluídas do acesso às políticas públicas.

      Na avaliação do coordenador Celso, a vinda de Olívio Dutra marca mais um capítulo da história da Escola, pois nesse período de retrocessos, escutar a memória de uma experiência tão positiva oxigena e reanima as nossas lutas. Para Cleverson, esse momento orgulha a classe trabalhadora, pois a trajetória de Olívio é um exemplo de conduta à frente da condução da gestão pública no Brasil. A dupla de artistas João Bello e Susi MonteSerrat participou da abertura, cantando música para animar a luta.

João Bello e Susi MonteSerrat, artistas populares que animaram a atividade

    O curso DPPDHAR está no seu segundo módulo, num total de cinco encontros, e tem como coordenação pedagógica a educadora Ana Maria Palma. A turma é composta por 14 pessoas, dirigentes da CUT que atuam em Conselhos de Políticas Públicas nos seu municípios.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © Escola Sul | Tel: (48) 3266.7272 – 3266.5647
Av. Luiz Boiteux Piazza, 4810 - Florianópolis – SC