ESCOLA SUL > LISTAR NOTÍCIAS > A MAIOR GREVE QUE JÁ SE VIU NO PIAUÍ

A maior greve que já se viu no Piauí

30/04/2017

Uma grandiosa manifestação democrática repudiou as reformas de Temer em todo o Estado

Escrito por: Solange Silva / CUT-PI

O dia 28 de Abril já é uma data histórica em Teresina e em diversos municípios do Piauí. Os trabalhadores e trabalhadoras piauienses realizaram ontem a maior greve que o Estado já viu. participando com muito vigotosamente da Greve Geral nacional e unitária. Atendendo ao chamado da CUT-PI, centrais como CTB, CSP-Conlutas, Força Sindical, Nova Central mostraram que o mais importante são os direitos dos trabalhadores e trabalhadoras, em uma grandiosa manifestação democrática e pacifica pelas principais vias da capital e de importantes cidades do interior.

Foi tudo muito bonito de ver, sindicalistas, movimentos sociais, estudantes, a classe trabalhadora e a sociedade juntas com um só objetivo. Finalmente todos estão se conscientizando dos danos causados pelo golpista Michel Temer, que não está nem um pouco preocupado com a classe trabalhadora, deixando claro que apenas os empresários são os seus aliados. 

Paulo Bezerra, presidente da CUT-PI, destacou: "O dia de hoje foi acima de nossas expectativas, o povo do Piauí parou contra o governo ilegitimo Temer. Isso mostra que nosso trabalho tem sido feito da forma correta, sempre em defesa dos direitos da classe trabalhadora, contra todo e qualquer retrocesso. Não podemos deixar que sejam aprovadas medidas que só prejudicam o trabalhador". 

"Reformas que mechem com o trabalhador, tem que ser discutidas com a sociedade, centrais  e sindicatos, com o conjunto de trabalhadores e trabalhadoras. O que precisamos é que se ampliem direitos e não que eles sejam retirados", concluiu Paulo Bezerra.

Dirigentes sindicais avaliaram como muito positivo o dia de greve. O público que participou dos atos de protesto foi bem maior do que o esperado para as ruas em Teresina, Além das muitas manifestações nos municípios como Oeiras, Parnaíba, Picos, Floriano,São Raimundo Nonato, Água Branca, Piripiri, dentre outros..

Com o objetivo de ajudar a mostrar sua posição contrária à Reforma Trabalhista que já passou na Câmara e retirar da pauta dos deputados a Reforma da Previdência nos próximos dias, a CUT-PI não mediu esforços, convocando os Sindicatos CUTistas para junto às bases aderirem à Greve Geral,  no que foi atendida prontamente.  

Foi um dia histórico contra a retirada de direitos, que contou com a adesão de trabalhadores e trabalhadoras rurais, servidores públicos, municipais e federais, além de diversos ramos econômicos. O dia de hoje vai ficar na memoria dos teresinenses. A capital amanheceu com as lojas fechadas, o transporte público também parou, o Sintetro-PI vestiu a camisa juntamente com toda a sua diretoria, fazendo com que motoristas e cobradores participassem do dia nacional de greve. Os trabalhadores da Construção Civil também cruzaram os braços, 

Assim foi o dia no Piauí: paralisações de categorias, atos públicos, passeatas, bancos e comércio fechados, ruas sem transporte públicos, escolas sem funcionar. A Defensoria Pública, Ministério Público, Ministério do Trabalho, Auditores Fiscais (AITEPI), dentre outros, participaram em peso. A imprensa teve um exemplo de unidade e defesa dos trabalhadores para destacar em seus noticiários. 

As Frentes Brasil Popular e  Povo Sem Medo somaram com as centrais sindicais durante a Greve Geral. Mais de 3.000 manifestantes participaram do grande ato que fechou com muita energia e disposição de luta a Greve Geral no Piauí e foi mais um símbolo de seu sucesso.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Rede Brasil Atual

Todos os Direitos Reservados © Escola Sul | Tel: (48) 3266.7272 – 3266.5647
Av. Luiz Boiteux Piazza, 4810 - Florianópolis – SC